Site de Poesias

Menu

PÁSSARO SEM ASAS.

[Ilustração não carregada]

Me quiseste sem pensar, sem medir, sem ponderar
Porque não consultaste teu verso, teu inverso
Tuas faces e disfarces ?
Porque não  recusaste,  quando  enfim me decifraste
Se teu querer  não me queria
Porque invadiste meus anseios, minha doce liberdade?
Se teu querer não me queria
Foi pura vaidade, tua maior  insanidade
Fui teu troféu, pela cidade, pelas ruas, em que andaste
Pois foi do céu que me tiraste
E assim feliz  me aleijaste
Sem minhas asas,
meu sorriso, e alegria eliminaste                         
Não era eu que tu querias, não era eu que tu sentias
Era um  pássaro sem asas,
Que pra ti levarias.
Porque eu mesma, teu querer não queria.        

Compartilhar

....quem dera pudéssemos todos amar, com a coragem de deixar o outro ir e retornar, tal qual o pássaro a voar...

Linda S. Pereira
04/03/2009