Site de Poesias

Menu

LUTO DE MIM

FELICIDADE RETIDA,

DOR QUE NÃO PASSA,

NO PEITO COMPRIMIDA

FAZ A SUA DEVASSA!

........................

QUERO SORRIR, NÃO CONSIGO

O AMOR TOMOU PARTIDO,

TORNOU-SE MEU INIMIGO

DEIXOU MEU CORAÇÃO  PERDIDO!

...........................

INFINITA DOR,

DOR DE UM INFELIZ,

POR QUE DE MIM TE APOSSASTES?

QUE MAL TE FIZ?

..........................

ASSIM COMO A TODO SER, CABE EM MIM O SOFRIMENTO

ASSIM COMO TODO HUMANO PRESSINTO

SINTO QUE ESTA DOR ESTÁ CORROENDO,

PARA MINHA ALMA NÃO MINTO!

......................................

FOI-SE EMBORA A ESPERANÇA

DE UM DIA ALCANÇAR O QUE EU QUERIA;

E NUMA CRUENTA MATANÇA

LEVOU CONSIGO MINHA ALEGRIA!

..............................

POR ENQUANTO VOU MORRENDO

O PRANTO, JÁ SECO, ME CONVENCENDO,

VÁ VIVENDO.... VIVENDO....

MORRENDO... SOFRENDO....

................................

MINHA ALMA ENLUTADA GRITA!

MEU LUTO É INTERNO

LUTO DE MIM MESMO

SENTINDO-ME NO INFERNO.

...............................

DOR, ABSOLUTA DOR!

MORTE, ABSOLUTA MORTE!

MORRI SEM AMOR,

FALTOU-ME A SORTE!

 

Compartilhar
marcos cesar santos de vasconcelos
19/05/2009

  • 2 comentários
  • 885 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados