Site de Poesias

Menu

Quando amanhece em mim

[Ilustração não carregada]

Quando em mim amanhece

sereno é o fôlego da reflexão

que meus sentimentos, aquece 

salpicado de luz, pulsa o meu coração

 

Minhas vontades e segredos destelhados

se derramam como o sol em céu crepuscular

deixo-me vagar pelas vigas dos meus sobrados

contemplo uma alvorada que desponta em meu olhar

 

Nas trilhas que o destino esculpiu

não sei o quanto de mim ficou

cimentado nas lacunas do tempo

e o quanto de mim encontrou

a liberdade nas espirais do vento

não sei na inteireza, o que do meu ser fluiu

 

 

Sei apenas, que quando amanhece em mim

flores aromáticas espocam na alma

borboletas coloridas bailam, por fim

com admirável elegância e calma

          

 

                                               Úrsula A. Vairo Maia ♥

 

*Respeite os direitos autorais. ESTA POESIA TEM REGISTRO NA BIBLIOTECA NACIONAL. NÃO FAÇA USO DELA SEM MANTER A AUTORIA. EVITE CONSTRANGIMENTOS.

 

* a imagem ilustrativa do poema foi extraída do Google 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Queridos amigos do site e visitantes, agradeço a presença e carinho de cada um de vocês no meu cantinho. poesia escrita em 15-12-08 e postada pela madrugada

Úrsula Avner
03/01/2009