Site de Poesias

Menu

Imperativo

 
Muda-me!
E que nos teus braços eu me transforme.
Julga-me!
E que no teu julgamento eu me reforme.
Completa-me!
E faça do meu ser completo.
Ama-me!
De todos meus pedidos
É esse o mais sincero e modesto.
Despreze-me!
Se com teu amor eu te ferir.
Mate-me!
Quando eu não mais conseguir olhar pra você
E com toda honestidade que sempre tive contigo
Não estiver apto a te dizer que
Te amo...

Compartilhar
Luan Mordegane Pupo
25/12/2008