Site de Poesias

Menu

A BASE É O AMOR !

Que bem o progresso nos traz?
No decorrer dos milênios,
O homem se fez mais capaz?
 
Tornou-se ele um benfeitor
Ou um malfazejo contumaz
Espalhando miséria e terror?
 
Intitula-se o homem semelhante ao Criador,
O que eu não devo e nem posso crer,
Porque veio O Cristo e disse que a base é o amor!
 
O progresso nos trouxe bens materiais,
Que aguçam a cobiça, a inveja, a ganância.
Transformando os homens em inimigos irracionais!
 
Reinos se sucederam sempre e o mal predominando!
Outras formas de governo surgiram e do mal também,
E a frágil estrutura do bem se desmoronando.
 
Quanto maior o progresso mais o homem se afunda,
No lodaçal da desumanidade e frivolidade
Onde o potencial negativo em terreno fértil abunda.
 
Diz-se: Tem lírio no lodo! E joio em meio ao trigo!
Como salvar a humanidade da maldade infinita,
Terá em meio dela alguém que não mereça castigo?
 
Se entre nós existir um justo e inocente,
Que sobreviva esta humanidade profana
Porque está lançada do bem uma semente!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Compartilhar

O que vejo é que o mal ganha terreno. Faz-se hoje apologia ao que não é certo,
O ser vem ao mundo desnudo e deveria estar envolto no manto da inocência, para continuar em harmonia com a natureza, mas o erro vem se sobre pondo à inocência justificando o simbolismo bíblico: Adão e Eva! Observe bem os campos onde predomina a planta má, não precisando de tratos especiais, e enquanto a boa planta carece de zelo, de tramentos específicos para que sobreviva. O adubo da boa planta é o amor! Uma síntese do que ouço.leio e vejo.

Ubirajara Fernandes
13/12/2008