Site de Poesias

Menu

Simples assim

[Ilustração não carregada]

A cama ainda desarrumada
Estampa o diálogo dos nossos corpos
Vadiagem de desejo e paixão...longa conversa
Cheiro no ar...você ainda presente na minha mente

Um sorriso levado de menina sapeca aparece
Minha boca, num grito de prazer te chama
Por um momento meus olhos cintilam prazer
E na cama vazia me deito a tua espera

O calor invade o corpo , aquecena carne
Tiro a roupa. O desejo inflama.
Toques sutis, passeios na pele, umidade...
Magia da nossa cama

As estrelas se transportam pra dentro do quarto
Tua presença é real. Já posso te tocar
E sem amarras, o mundo embala nossas descobertas
A boca seca, os olhos cerram, o prazer enche a alma e acalma

Meu corpo está marcado pelo teu gosto, teu cheiro
E o meu querer invade teu ser.Uma faísca basta pra começar.
Ondas incontroláveis, excitação, fome, tesão.
Sem domínio me entrego serpenteando nos teus desejos

Algemada pelo teu amor confesso minha devassidão
Meu gosto e meu corpo na loucura do teu prazer
Me curvo ao teu centro.
Nosso amor é simples assim!

Compartilhar

O amor é simples assim...nós é que complicamos Campinas, 07/11/2008

Rozeli Mesquita
07/11/2008