Site de Poesias

Menu

Além das palavras

[Ilustração não carregada]

 

Depositaste uma rosa vermelha

Entre os meus seios

Não posso mais calar meus anseios

O carmim e a volúpia me invadem

Os olhos da paixão em mim ardem

 

Quero me achar perdida em teus braços

Ficar encolhida como quem está para nascer

Na efervescência dos teus abraços fenecer

Quem sabe poderá minha alma rejuvenescer ?

 

Com os murmúrios de amor

Que emanam de tua boca

O tempo bem que poderia ancorar

E me deixar como louca

Para do teu regaço jamais escapar

Compartilhar

Este é um poema de amor que ofereço com carinho para os apaixonados e os que já experimentaram a delícia de estar envolto pela paixão.

* Obrigada por respeitar os direitos autorais Em meu cantinho

Úrsula Avner
13/07/2008