Site de Poesias

Menu

Ser sábio

[Ilustração não carregada]

 
 
 
Da loucura que me fez brilhante
Só sobrou-me um resto de realidade,
Vivi cada momento e cada instante.
Com muita intensidade.
 
Tenho saudades de um passado
Que não esta assim tão distante,
Componho-me sóbrio e apressado,
Para um futuro relevante.
 
Não choro pelo pássaro que voou
O que tenho nas mãos é o importante,
Conservo intacto tudo o que sobrou
Um pouco além do nada já e o bastante.
 
Viver do passado é ignorar o presente
É sonhar acordado e viver divagando,
Ser sábio, porém..., É guardar dentro da gente,
Tudo o que, ao longo da vida fomos aprendendo;
E ensinando.
Não torne sua vida irrelevante.
 
 

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
01/12/2007