Site de Poesias

Menu

Sou teu

[Ilustração não carregada]

Sou o trigo esperando ser colhido
sou homem-menino renascido
um animal desgarrado
por seu colo acalmado
por seu ventre acolhido
 
Sou teu servo minha alteza
seu dono minha estrada
seu caminhar minha grandeza
teu anseio, minha amada
do domínio teu acento
sua fortaleza, tua morada
 
teu descaminho minha louca
tua magia minha fada
teu abraço de conforto
pouso para sua estada
para o ir vir sob mim
em cada gozo encaixada
 
apoio para seu passo
desequilibro o teu largo
sou o som de cada sussuro
o silêncio pós-batalha
motivo de teus gemidos
enquanto em mim cavalgas
 
sou fagulha de alegria e tristeza
sou relâmpago clareando a noite negra
sou teu feitiço minha bruxa
no urro de nosso amar
sou teu trovão minha deusa

Compartilhar

Em homenagem a uma fada.. Salvador/ em meu ap logo de manhã

André Ferreira
24/09/2007