Site de Poesias

Menu

TELA FRIA

Tela fria, espelho gelado de reflexo abstrato.
Onde as palavras e imagens brotam como se ali fossem semeadas, e que ao serem lidas e visualizadas, se transformam em sentimentos e ilusões.
Transportam-me para seu interior, me consomem, me comovem, me fazem viajar. Navego em seu lado misterioso, que me promete, me seduz, me vicia. Entro nesse labirinto e me perco tentando me encontrar e quando afinal consigo sair, de novo quero voltar, e de novo, e de novo....

Compartilhar

Uma reflexão sobre os amores, através do mundo virtual. em casa, num momento de nostalgia

Angelo das Neves
16/10/2006