Site de Poesias

Menu

Dentre os presentes que a vida ofertou.


Dentre os presentes que a vida ofertou.
Talvez o poder de amar, seja o maior.
Porque o amor é a força que move o mundo,
E possa fazer deste, um lugar melhor.

Mas não falo do amor egoísta,
Que ao fundo requer mais do que entrega.
Falo do amor que se tem pela vida,
Amor por amor, que a amar nunca nega.

Amor que se tem pela natureza,
Amor sem desejo, amor que traz calma.
Amor  que oferece sem nada pedir,
Amor que se sente lá dentro da alma.

Amor  que faz brotar a esperança,
Amor que nos eterniza crianças.
Amor puro, amor sem vaidade,
Amor pelo próximo. Amor de verdade.

Sou fruto de uma sociedade,
E nela vivo só por viver.
Vivo cercado pelo que cobiço
E a vida se vai, sem eu perceber.

O tempo não para e o que me resta,
A cada segundo se torna menor.
Levo no fim, o que aprendi
E que me faz, ser melhor ou pior

.

.

 

Compartilhar
Jrunder
07/01/2021

  • 0 comentários
  • 21 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados