Site de Poesias

Menu

Rio solitario


Oh aguas que correm pelos rios desses meus pensamentos solitario e frio.


Tristeza cobiçada que enlaça minha alma.
Vazio limpo pelas lagrimas dos sentimentos.


Tú Calaste os meus dias de alegria, dias estes feitos com a puera dessa terra sem vida.


Sangue no tempo.
Pinturas esquecidas.
Frases tristes, versos adornando felicidades.


Ontem Eu vi a morte.
Hoje estive sobre um vento seco.
Amanhã saberei qual é o segredo de ser para si mesmo, amigo.


Amigo feliz...
Amigo triste...
Amigo de uma vida...
Amigo da propria morte...


Sempre serei Eu, ao olhar para um mundo de infinitos horizontes.

Compartilhar
Everton Mendes
28/11/2020