Site de Poesias

Menu

SONETO A LAURINDO RABELO - In Memoriam - Nascimento do poeta em 8.7.1826 - Foi poeta... sofreu e fez seus versos,/ clamando que seriam ais sentidos,/ pois quanto mais tristonhos, mais perversos,/ representando corações partidos?//

SONETO A LAURINDO RABELO
– In Memoriam –
Nascimento do poeta em 8.7.1826 – . –

 

Foi poeta… sofreu e fez seus versos,
clamando que seriam ais sentidos,
pois quanto mais tristonhos, mais perversos,
representando corações partidos…

Mas sua obra é vasta e os dias idos
na existência de sonhos tão dispersos,
lamentou como se fossem perdidos
os cantos que compôs, os mais diversos…

E no soneto “O Tempo” põe sua alma
arrependida de gastá-lo em vão,
tal como se fosse perder a calma.

Um conselho final então dos diz:
de não desperdiçarmos, sem razão,
o tempo em que se pode ser feliz…

***

IALMAR PIO SCHNEIDER.

 

Compartilhar
Ialmar Pio
08/07/2020