Site de Poesias

Menu

SONETO DO ENCONTRO - Com que prazer te vi chegar um dia,/ apenas a manhã desabrochara,/ se não viesses eu continuaria/ buscando a tua luz que tudo aclara. //Trazes o lenitivo à nostalgia em que minha existência naufragara;/ ,


SONETO DO ENCONTRO
***


Com que prazer te vi chegar um dia,
apenas a manhã desabrochara,
se não viesses eu continuaria
buscando a tua luz que tudo aclara.
***


Trazes o lenitivo à nostalgia
em que minha existência naufragara;
perdoa-me sentir tanta euforia,
porque tardando mais, menos te amara...
***


Os versos que componho ansiosamente
são os frutos do sonho; a primavera
que representas para mim agora.
***


Quando te vejo, torno-me contente
e sinto que se foi tão longa a espera,
valeu a pena o inferno da demora.
***


IALMAR PIO SCHNEIDER

Compartilhar
Ialmar Pio
08/07/2020