Site de Poesias

Menu

Vejo tudo e não vejo nada!!

 

Vejo ao fundo de tudo o sol! 

Vejo ao fundo de tudo a esperança... 

Vejo ao fundo de tudo a bondade do ser humano...

Vejo ao fundo de tudo a ciência se movendo como o caracol. 

 

Vejo! Vejo tudo e não vejo nada! 

Vejo a vida parada...

Vejo os medos se sobreporem

Vamos ter que escolher qual o caminho ou estrada. 

 

Deixei de ver com clareza! 

Não que não o queira fazer... 

Só me resta ter fé 

E fé eu tenho de certeza. 

 

Este poema é para recordar quando este maldito vírus for eliminado. 

 

Fran correia 

Compartilhar
Fran Correia
07/04/2020

  • 0 comentários
  • 20 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados