Site de Poesias

Menu

Subordinação Cibernética

Vivemos em tempos

Onde as pessoas

Pouco se entendem,

Comunicação só online.

É cada um por si

Em tremenda demasia

E assim passam-se os dias

E as pessoas não acordam.

Estamos como roborizados

Não pensamos, seguimos a mídia

Trilhamos o que julgamos mais fácil

Em condições subordinadas. 

Somos levados pelas informações

Que nem sempre contribuem

Com o nosso bem-estar

Quando procuram nos controlar.

 

Por: Antonio Cícero da Silva (Águia)

 

Compartilhar
ANTONIO CÍCERO DA SILVA(ÁGUIA)
24/12/2019