Site de Poesias

Menu

BÁRBARO

Despedace-me em fragmentos múltiplos ser bárbaro e sanguinário

Jogue-me no disperso oceano sobre bocas famintas de tubarões

Faça comigo o que quizer mas isente-me dos teus sermões

Pois o teu sentimento ao próximo é demasiadamente precário.


Habitas de forma destrutiva em homens de reduzido imaginário

Mas em seres pensantes suas escritas são soterradas em porões

Postas em meio ao lixo ou introduzidas em imensos vulcões

Sem chances a lavagem cerebral desse sistema doutrinário.


Prefiro os Vales sombrios à submissão por um ser tão carrasco

Afundar-me em um lago febril e atirar-me do imenso penhasco

E ter a garantia que os meus pensamentos não serão violados.

 

Esqueça-me de uma vez por todas, pois nunca me entregarei

Divindade, deus ou demônio; energia, santidade ou rei

Esses são versos sinceros e nesse instante por ti declamados

https://alexmenegueli.blogspot.com.br/

Compartilhar
Alexsandro Menegueli
13/03/2018