Site de Poesias

Menu

COISAS NÃO VIVI

das coisas que não vivi
e ainda não sei 
faço este poema que nunca fiz
entre linhas e entrelinhas
descrevo o amanhã distante
lugares que nunca andei
viajo como viajante do tempo
um tempo sem espaço
e passo em
jardins secretos
por certo ainda serei feliz

Compartilhar
charlot collier
22/11/2016