Site de Poesias

Menu

MEU FILHO


se um dia 
predestinei a te
a paz traiçoeira
que anda sozinho
foi por te querer tanto bem
mais se a sorte não te sorri
ou mesmo a Morte, se a alegria finda 
- ri-te de ambas, que um filho é imortal.

Compartilhar
charlot collier
20/11/2016