Site de Poesias

Menu

O meu silêncio

Às vezes me calo

É melhor ignorar

Praticando o silêncio

Bem melhor irei estar.

 

O meu silêncio 

Ajuda-me e atrapalha

Ele possui os dois lados

E corta como navalha.

 

Em silêncio também atuo

Entro em atividades

E movimento o recinto

Faço com tranquilidade.

 

Em silêncio também se fala

E se alcança o objetivo

Do que se deseja

Tornando-se positivo.

 

Autor: Antonio Cícero da Silva(Águia)

Compartilhar
ANTONIO CÍCERO DA SILVA(ÁGUIA)
11/01/2016