Site de Poesias

Menu

Nosso Contrato

- Cabemos nós dois em seu coração?


- Sim... Cabem três vidas inteiras.
- Salva o meu então flor do sol.
- Agora sou flor?
- Minha flor do sol.
- Sua?
- Minha não, por que não sou seu dono.
- Pois então...
- Porém aceito dividir-te com o mundo, com os beija-flores, com as borboletas e abelhas. Com os raios de sol a tocar seu rosto.
- Linda suas palavras. Você é sempre assim, doce... Romântico.
- Serei para ti a gota de chuva a molhar teus lábios.
- O mundo precisa de mais pessoas como você.
- Então me deves um beijo agora.
- Tu iras cobrar os elogios que me fez?
- Parcelo para ti em infinitas vezes.
- Não assinei nenhum contrato contigo, mas pagarei mesmo assim.
- Escrever-te-ei um contrato feito de nuvens, de que me deves enamorar, assim como no casamento. Aceitarei-te quando estiver cheia para tempestades ou quando estiver límpida no céu de verão. E quando quiser tu serás livre para deixar meu céu flor do sol.

 

Compartilhar
Ben Elliot
02/01/2015

  • 0 comentários
  • 80 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados